Jefferson Assunção

Jefferson Assunção é mestre em Estudo de Linguagens pelo CEFET-MG, pós-graduado em Marketing pelo Centro Universitário UNA e graduado em Comunicação Social com Habilitação em Cinema e Vídeo, também pelo pelo Centro Universitário UNA. Diretor na empresa Artesãos Tagarelas. Crítico de cinema, professor de cinema e literatura, pesquisador, cineasta, roteirista, editor de vídeo e poeta. Sócio do CEC (Centro de Estudos Cinematográficos) e da Rede Kino (Rede Latino-Americana de Cinema e Educação). Publica textos sobre cinema no seu blog pessoal "A tela do aventurar". Dirigiu e editou os curtas "Sergei Eisenstein + John Ford = Glauber Rocha" (2011), "A mortalha da morte" (2012), "Eu, eu mesmo e os outros eus: Uma cinebiografia de fricção de Ataídes Braga" (2015), “No meio do caminho tinha uma imagem, tinha uma imagem no meio do caminho (Ou nada será como antes depois do uivo)” (2015), “Trevas em eterno retorno” (2015), "Por nós" (2016), "A morte do autor" (2016), "Nothing's gonna hurt you baby" (2016), "Please don't cry" (2016), "Memórias eletivas" (2017), "Era uma vez (Outra vez...)" (2017) e "Parábola" (2017), o média "Ladrões de imagens" (2016) e o longa “Resíduos da memória” (2014), além dos videoclipes "Ana Luiza" (2014), música da banda Spartakus, e "Nostalgia" (2016), música de Gustavo Nassar e Daysi Pacheco, e os episódios das séries "Desconstruindo o cinema" (2016) e "Cine Imagem-Pensamento" (2016).

artesaostagarelas@gmail.com | artesaostagarelasgmail_com

Membro desde Dezembro de 2016

  • 1

    Projetos enviados
  • 1

    Projetos apoiados
  • 0

    Projetos favoritos